Now Playing Tracks

Sumi porque só faço besteira em sua presença, fico mudo quando deveria verbalizar, digo um absurdo atrás do outro quando melhor seria silenciar, faço brincadeiras de mau gosto e sofro antes, durante e depois de te encontrar. Sumi porque não há futuro e isso não é o mais difícil de lidar, pior é não ter presente e o passado ser mais fluido que o ar. Sumi porque não há o que se possa resgatar, meu sumiço é covarde mas atento, meio fajuto meio autêntico, sumi porque sumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência, pareço desinteressado, mas sumi para estar para sempre do seu lado, a saudade fará mais por nós dois que nosso amor e sua desajeitada e irrefletida permanência.
Martha Medeiros.   (via romantizar)

(Fonte: ver-balize)

Se você soubesse os inumeros musculos que você contrai toda vez que chega muito perto de mim, se você soubesse como o meu corpo se arrepia todo toda vez que sua boca fica segundos da minha, se você soubesse como meu subconsciente se perde toda vez que me beija com tanta intensidade, se você soubesse como minhas pernas tremem toda vez que te avisto na minha direção, se você soubesse como meu coração acelera quando você fala ao meu ouvido, se você soubesse como é sentir saudades mesmo estando perto, se você soubesse como me hipnotiza teu olhar fixo em mim, se você soubesse como teu humor meche com a minha cabeça, talvez se você soubesse tudo isso entenderia o tamanho do meu amor por você!!

E então eu penso em você. Penso e adormeço. Penso e acordo. Penso e levanto. Me alegro e penso. Fico triste e penso. Quero dividir cada vitória, cada conquista, cada passo, cada derrota, cada erro, cada tudo. Isso é amor? Não sei, mas acho que é. De qualquer forma, fica ciente: nunca senti por ninguém essa imensidão que sinto por você. É o que me faz andar para a frente, o que me faz viver, o que me faz morrer, o que me faz pensar em dias mais promissores.
Clarissa Corrêa.    (via romantizar)

(Fonte: quocitando)

Tá tão difícil pra você também né? Com o coração vazio, mas sempre de pé, buscando alguma direção. Quantas vezes você me escreveu e não mandou, pegou o telefone e não ligou.. Partiu seu próprio coração. Eu tenho uma má notícia pra te dar, isso não vai passar tão cedo, não adianta esperar. Às vezes ficamos bem, mas depois vem o desespero, eu tento esconder, mas vi que pensei em você o dia inteiro.
Lucas Lucco.   (via romantizar)

(Fonte: inflamou)

E depois de um tempo eu entendi que esquecer não significava ignorar uma chamada no telefone, nem evitar reencontros casuais. Eu descobri que quando você esquece, atende o telefone e sua voz não falha, que reencontros casuais não mais faziam as pernas tremerem. Eu descobri que o lado mais triste do amor, é não sentir mais nada.
But, I like you. (via romantizar)

(Fonte: abstinenc-e)

Amor não se pede, é uma pena. É uma pena correr com pulinhos enganados de felicidade e levar uma rasteira. É uma pena ter o coração inchado de amar sozinha, olhos inchados de amar sozinha. Um semblante altista de quem constrói sozinho sonhos. Mas você não pode, não, eu sei que dá vontade, mas não dá pra ligar pro desgraçado e dizer: ei, tô sofrendo aqui, vamos parar com essa estupidez de não me amar e vir logo resolver meu problema? Mas amor, minha querida, não se pede, dá raiva, eu sei. Raiva dele ter tirado o gosto do mousse de chocolate que você amava tanto. Raiva dele fazer você comer cinco mousses de chocolate seguidos pra ver se, em algum momento, o gosto volta. Raiva dele ter tirado as cores bonitas do mundo, a felicidade imensa em ver crianças sorrindo, a graça na bobeira de um cachorro querendo brincar. Ele roubou sua leveza mas, por alguma razão, você está vazia. Mas não dá, nem de brincadeira, pra você ligar pro cara e dizer: ei, a vida é curta pra sofrer, volta, volta, volta. Porque amor, meu amor, não se pede, é triste, eu sei bem. É triste ver o Sol e não vê-lo se irritar porque seus olhos são claros demais, são tristes as manhãs que prometem mais um dia sem ele, são tristes as noites que cumprem a promessa. É triste respirar sem sentir aquele cheiro que invade e você não olha de lado, aquele cheiro que acalma a busca. É triste amar tanto e tanto amor não ter proveito. Tanto amor querendo fazer alguém feliz. Tanto amor querendo escrever uma história, mas só escrevendo este texto amargurado. É triste saber que falta alguma coisa e saber que não dá pra comprar, substituir, esquecer,implorar. É triste lembrar como eu ria com ele. Mas amor, você sabe, amor não se pede. Amor se declara: sabe de uma coisa? Ele sabe, ele sabe.
Tati Bernardi.   (via romantizar)
To Tumblr, Love Pixel Union